Dança de Salão Queer

Informações Oficina de Dança de Salão Queer

10906063_839860132737452_286024641555867599_n

Horários: Terças-feiras das 19h às 20h 

Valores: R$ 100,00 por pessoa podendo haver um desconto de 10% para o casal.

Taxa de matrícula: R$ 45,00

Local: Azul Anil Espaço de Arte na Rua Dona Eugênia, 836.

Informações: lolarte.14@gmail.com -(51) 8139.5519 ou azulanil.espaçodearte@gmail.com – (51) 3029.0994

 A ideia da Dança de Salão Queer surge de um ambiente aberto onde todos os tipos de casais são bem-vindos. O objetivo dessa oficina é vivenciar as danças a dois como uma fonte de comunicação entre os corpos, criando-se assim um espaço de troca, aprendizado e sociabilidade.  Ao longo do curso serão trabalhadas danças como bolero, tango, samba de gafieira, forró, salsa entre outras. As turmas serão pequenas e o atendimento personalizado, as aulas serão de uma hora. Haverá duas turmas todas as terças-feiras uma iniciando às 19h e a outra às 20h. Não é necessário ter par para fazer a aula.

A Dança de Salão Queer se baseia em um movimento que já vem ocorrendo pelo mundo especialmente na prática do tango. Essa perspectiva almeja uma dança que não se limite aos padrões heteronormativos de “Cavalheiro” e “Dama”. A proposta ainda viabiliza que exista uma troca constante entre as os papeis de proponente e seguidor.

Ficou curioso?

Venham fazer uma aula experimental. Agende a sua aula através do email: lolarte.14@gmail.com ou azulanil.espacodearte@gmail.com . É necessário encaminhar apenas o nome completo, telefone para contato e o horário que desejas participar.

04

Compartilho alguns vídeos que tem tudo a ver com o trabalho que será realizado durante a oficina:

Primeiro é de uma dupla de bailarinos Mariano Garcés e Alejandro Figliolo bastante conhecida no universo do Tango Queer:

Nesse segundo temos um vídeo arte de 2008 realizado por Juan Sebastian Torales, que especialmente depois dos 2min a uma dança incrível das bailarinas Fatma Oussaifi e Kahena Saighi:

E por último trago uma iniciativa que rolou em Buenos Aires onde foi realizado um FlashMob chamado “Un Tango Contra La Homofobia”:

Aguardo vocês!

Processos Artísticos

Intervenção “Um Tango em Clave”

Intervenção realizada no Saguão da Reitoria da UFRGS. Foto de Yamini Benites.

Intervenção realizada no Saguão da Reitoria da UFRGS. Foto de Yamini Benites.

Concepção:

Encontro entre matérias vibrantes. Duas potencialidades disparando diálogos. Corpo e objeto se relacionando e potencializando movimentos, a relação desse contato sendo pautada pela improvisação e pela referência sonora do tango. O tango surge como um rastro nesse processo, pois emerge da experiência principal do corpo da artista-pesquisadora e seu ponto de partida para pensar o diálogo entre os corpos. A Clave objeto escolhido, é deslocada da função circense tradicionalmente concebida, para existir como matéria vibrante que a partir do contato do corpo da artista irá estabelecer fluxos e movimentos decorrentes do ato de coexistir dançando.  Proposta efervescente construída a cada instante, a cada pausa, encontro, desencontro e especialmente a cada lugar que acolhe essa relação.

Ficha Técnica:

Concepção, figurino e em cena: Paola Vasconcelos

Artista Colaborador e Técnica: Gabriel Martins

Orientação: Mônica Fagundes Dantas

Produção: Paola Vasconcelos

Apoio cultural: Necitra

Duração da Intervenção: 60 minutos

Playlist de vídeos do trabalho:

https://www.youtube.com/playlist?list=PLUUBe3ktS832nHmsSes0pRdYqaz5Ab1Ts

Dança de Salão Queer

04

Vamos começar o ano dançando?

Trago nesta postagem a divulgação de uma nova proposta de aula que começarei a trabalhar esse ano no Azul Anil Espaço de Arte.  A ideia da Dança de Salão Queer surge de um ambiente aberto onde todos os tipos de casais são bem-vindos. O objetivo dessa oficina é vivenciar as danças a dois como uma fonte de comunicação entre os corpos, criando-se assim um espaço de troca, aprendizado e sociabilidade.  Ao longo do curso serão trabalhadas danças como bolero, tango, samba de gafieira, forró, salsa entre outras. As turmas serão pequenas e o atendimento personalizado, as aulas serão de uma hora. Haverá duas turmas todas as terças-feiras uma iniciando às 19h e a outra às 20h. Não é necessário ter par para fazer a aula.

A Dança de Salão Queer se baseia em um movimento que já vem ocorrendo pelo mundo especialmente na prática do tango. Essa perspectiva almeja uma dança que não se limite aos padrões heteronormativos de “Cavalheiro” e “Dama”. A proposta ainda viabiliza que exista uma troca constante entre as os papeis de proponente e seguidor.

Ficou curioso?

Venham fazer uma aula experimental. Agende a sua aula através do email: lolarte.14@gmail.com ou azulanil.espacodearte@gmail.com . É necessário encaminhar apenas o nome completo, telefone para contato e o horário que desejas participar.

Compartilho alguns vídeos que tem tudo a ver com o trabalho que será realizado durante a oficina:

Primeiro é de uma dupla de bailarinos Mariano Garcés e Alejandro Figliolo bastante conhecida no universo do Tango Queer:

Nesse segundo temos um vídeo arte de 2008 realizado por Juan Sebastian Torales, que especialmente depois dos 2min a uma dança incrível das bailarinas Fatma Oussaifi e Kahena Saighi:

E por último trago uma iniciativa que rolou em Buenos Aires onde foi realizado um FlashMob chamado “Un Tango Contra La Homofobia”:

Aguardo vocês então para acompanherem e divulgarem esse novo projeto.

Informações  Dança de Salão Queer

Horários: Terças-feiras das 19h às 20h e 20h às 21h.

Valores: R$ 100,00 por pessoa podendo haver um desconto de 10% para o casal.

Taxa de matrícula: R$ 45,00

Local: Azul Anil Espaço de Arte na Rua Dona Eugênia, 836.

Informações: lolarte.14@gmail.com -(51) 8139.5519 ou azulanil.espaçodearte@gmail.com – (51) 3029.0994

Novidade no Blog!!!!!!

 

 

Página nova no blog dedicada ao tango, para vocês conferirem o que eu e o Giovanni Vergo estamos aprontando no Universo TANGUEIRO!

 

Confere lá, comentários são bem-vindos!

 

Apresentação Dança Porto Alegre, 2014.

Apresentação Dança Porto Alegre, 2014.

Novidades

Voltando a Ativa -MISTUREBA

Início de semana, e nada melhor do que já começar a pensar no que fazer no próximo finde?

Então se liga que o Mistureba está de volta, os ensaios já estão a mil. Estamos com tudo pronto, retomamos cada partezinha dessa proposta e tentamos ao máximo deixar o espetáculo ainda mais divertido. Nos reunimos há mais de um mês para  revisitar esse processo; botando os corpos para se mexer; as cabeças para funcionar; a mão na massa limpando e ajustando os nossos materiais cênicos; e principalmente fazendo vários jogos para deixar os queridos Gabriel Martins, Ramon Ortiz e Ana Bernarecki cada vez mais afiados em cena. Então fica ligado na divulgação do Necitra, porque neste final de semana estamos de volta com MIS-TU-RE-BAHHH!!!!!

 

As caras de felicidade+cansaço depois de uma manhã de ensaio!

 Ensaio Mistureba

Então Desdobramos

Foto Yamine Benites

Foto Yamine Benites

 

Acabou mais uma versão do evento Desdobramentos. Bom sei muitas palavras hoje, acho que devido ainda a ressaca de pós produção, apresentação e comemoração. Só queria deixar esse primeiro registro em foto dos jogos de improviso que levei para compartilhar com o público nessa 5º edição. Obrigada Gabriel Martins pelo companheirismo e a injeção de coragem para continuarmos seguindo os nossos corações e fazendo aquilo que acreditamos. Obrigada colegas do Necitra por mais esse desafio atingido… E amanhã já retomamos ensaios para desdobrarmos a 6º edição 😉

Programação Desdobramentos – 5ª edição

Para os curiosos de plantão, estou compartilhando a programação do 5º Desdobramentos!
Essa edição vem cheia de sangue novo, projetos diferentes e corpos criadores intensos! Criar e produzir um tempo e um espaço de experiência esse pode ser uma funções do artista, que fala por aqueles que não podem falar. Venham respirar junto com a gente nesse evento pulsante de espantar o frio de Porto Alegre!

Conto com vocês amigos 😉

necitra.com

Confira a programação completa desta edição!

PARTE 01 | às 19h
A audiência é convidada a uma viagem sensorial entre os diferentes espaços, internos e externos, da Casa Cultural Tony Petzhold. O público poderá experienciar a convivência simultânea entre artistas e espectadores, sem uma divisão rígida entre palco e plateia. Nesse momento serão apresentados os seguintes trabalhos:

“50 tons de movimento” – Fernando Faleiro | Local: Entrada da Casa
“Zapping, Instantâneos do Corpo- Mini espetáculo para não-atores” – Jacqueline Pinzon e Nayara Brito | Local: Sala Luiz Petzhold | Saiba mais aqui
“Keramikós” – Ana Carolina Klacewicz, Fernanda Boff e Paola Vasconcelos | Local: Atelier do Porão
“Caçar e Comer” – Iassanã Martins e Carol Mendes | Local: Jardim
“Despertando”– Lidiane Santiago, Braunny Lopez e Juliana Werner | Local: Sala Walter Arias | Saiba mais aqui

PARTE 02 | às 20h
Se trata de ampliar as possibilidades da relação…

View original post 176 more words

Corpobolados – embolando na 10ª Mostra Movimento em Palavra

Este post é dedicado a um trabalho que temos realizado desde o começo de 2013 chamado “Corpobolados” a ideia começou com um vídeodança que talvez alguns de vocês já tenham visto por aí. E, como tudo que é potente nessa vida não pode terminar em apenas um única coisa! E assim continuamos pesquisando e resolvemos voltar para o lugar onde eu e meus dois parceiros Giovanni Vergo e Gabriel Martins nos sentimos mais confortáveis: a cena. Dessa forma surgiu o Corpobolados Trio- uma experimentação cênica, que já foi apresentado na 3º edição do Desdobramentos, evento produzido pelo Necitra, e na Mostra de Dança Verão desse ano que é organizada pelo Centro Municipal de Dança. Entretanto a cada vez que surge a oportunidade de levarmos esse trabalho para compartilharmos com o público ele se modifica, se expande e se esclarece.

Imagem

Apresentação no 3º Desdobramentos – Foto de Yamine Benites.

 

Sendo assim, nesse final de semana os nossos corpos embolados e bolados estarão levando esse diálogo entre tango e malabarismo para um dos espaços de grande reconhecimento da cidade ao se tratar de dança contemporânea que é a sala 209. E a parte mais legal é que vamos participar da 10ª Mostra Movimento e Palavra, onde além de dançar e compartilhar com vocês esse estudo em andamentos ainda teremos um espaço bacana para discutirmos e comentarmos os aspectos desse processo.

 

Então fica a dica gente sábado à partir das 19h na sala 209 no Gasômetro 10ª edição da Mostra Movimento e Palavra confere o blog da divulgação do evento:

Divulgação 10ª Mostra Movimento e Palavra

E para quem não viu segue o link do vídeodança Corpobolados:

Diálogos Constantes entre CORPOS/OBJETOS

Como falar de um grão de areia no meio do deserto? É assim que me encontro ao tentar expor o processo que venho desenvolvendo este ano no Necitra. Acho importante situar que desde final de 2012, ao conhecer o malabarista/bailarino Gabriel Martins (também integrante do Núcleo e hoje em dia meu principal colaborador) tenho buscando pensar a relação entre os corpos e os objetos. Pensando nesse encontro através de uma perspectiva de diálogo entre corpos, nos quais não existiriam sobreposições de poderes entre um corpo sobre outro. Essa ideia vem permeando meu trabalho artístico algum tempo, seja na minha proposta de pensar e dançar o tango, e agora essa viés tomou conta desse meu diálogo com os objetos.

Dessa forma, me propus a revistar o meu primeiro experimento que surgiu dessa minha perspectiva de corpos e objetos. Inicialmente essetrabalhou nasceu com o vídeodança “Experimento Corpobolados” (2012) e logo em seguido eu e o Gabriel adaptamos e reconstruimos essa proposta para cena, a qual foi apresentada na Mostra de Dança Verão organizada pelo Centro Municipal de Dança em 2013. Para tanto tinha muita vontade de adentrar e repensar essa proposta, que surgiu como estopim para eu pensar esse encontro com os objetos e ficou adormecida até o início desse ano. Não sei, o que irá ressurgir dessa revisita a algo do passado a essas memórias antigas. Acredito que cada vez mais que essa volta ao produto que já foi construído, ao invés de propor um aprimoramento na cena que já existia irá me redirecionar para um outro lugar. Fato que já vem acontecendo nesse momento nos ensaios…

 

Bom para aguçar a curiosidade vou deixar os vídeos dos trabalhos os quais citei no texto:

 

 

 

E duas referências atuais:

 

Esse espetáculo foi visto recentemente pelo meu colaborador Gabriel Martins e tem suscitado propostas de exercícios e experimentações nos nossos ensaios.

 

 

E claro, não poderia faltar esse trabalho do malabarista Stefan Sing e da bailarina Criastiana Casadio, uma das primeiras referências de um trabalho que fosse parecido com o que desejávamos fazer.

Foto de ensaio minha e do Gabriel Martins (2013). Falta agora adicionar uma foto dos nossos momentos de ensaio atual, vou providenciar…

 

 

Imagem

Ciclos

Como falar, estudar, pesquisar sobre aquilo que fazemos na prática? Ao mesmo tempo como não falar do que está latente, do que gostamos, do que nos movem?

Enfim amanhã é primeira vez que levo a público o meu estudo de mestrado que tem girado em torno da minha própria prática. Será um primeiro momento, talvez o mais conturbado, cheio de dúvidas e inseguranças, ao mesmo tempo, possui esse frescor de novidade. Posso falar as coisas as quais acredito como artista como indivíduo, como um sujeito que vê no diálogo uma possibilidade de enxergar o mundo, no meu caso talvez de senti-lo. Feliz e ansiosa é como percebo meu corpo agora, e ao mesmo tempo agraciado pelos corpos que comigo percorreram esse um ano e dois meses de trajetória.  Tentando se preparar para enfrentar esse novo dia!

Foto: Júlia Lüdke

Foto: Júlia Lüdke